Programas

A cada dia que passa verifica-se que o conceito de liderança está totalmente relacionado ao desempenho e os resultados de uma organização, é por isso que uma das maiores necessidades no ambiente empresarial é a existência de uma liderança eficaz.

 

O Programa de Formação em Liderança foi desenvolvido para legitimar profissionais que possam ao final do treinamento, contribuir consideravelmente para os resultados da empresa.

 

Por isso, oferecemos diferentes programas, em criativos formatos e com conteúdos customizados para cada necessidade.

- PROGRAMA DE GESTÃO DO CLIMA ORGANIZACIONAL:

Esta iniciativa baseia-se no aprimoramento das boas práticas para a melhoria do Clima Organizacional, através da assessoria e consultoria administrativa, treinamento da equipe de colaboradores, desenvolvimento de novos conceitos e outras medidas importantes para que os objetivos corporativos sejam atingidos.

 

Visa implementar de maneira personalizada e exclusiva os principais conceitos e ferramentas que fazem parte dos programas de aprimoramento da gestão, enfatizando o atendimento e o relacionamento com o público interno, a qualificação funcional e as demais inferências administrativas que objetivem a garantia da prevalência da eficiência, eficácia e efetividade empresarial.

No que tange as variáveis controláveis de uma Organização, os Recursos Humanos constituem o principal atributo estratégico, pois será sempre através deles que os demais recursos serão geridos, portanto, precisam estar motivados para o enfrentamento das contingências ambientais.

 

A partir da mensuração do Clima Organizacional, será possível o estabelecimento das novas iniciativas, assim como o tempo que denotará as futuras inferências, as quais, envolverão dentre outras abordagens no referido contexto, os treinamentos para a melhoria de performances coletivas e eventos customizados às lideranças, ensejando os seus respectivos reposicionamentos aos modernos moldes.

PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO GERENCIAL: 

Evidenciado através de “trilhas de aprendizagem” subsidiadas por trechos de filmes que marcaram época, contendo uma parte técnica e outra recreativa-motivacional, utilizando-se para tal a metodologia de “tean building”. 

 

PROGRAMA TRAINEE DE GERENTE: 

Realizado em 6 módulos customizados e mais um “business game”, permeando desde o início uma salutar competição entre os participantes. Possui avaliações teóricas e praticas no intervalo de cada módulo ministrado. 

 

PROGRAMA LÍDER COACH: 

Desenvolvem-se nas inferências as competências essenciais para um Líder motivar pessoas e consolidar um “time” com características intra empreendedoras, ajudando os seus colaboradores a elevarem as suas performances. 

 

PROGRAMA LIDERANÇA EMPREENDEDORA: 

Visa o fortalecimento das competências empreendedoras em líderes que precisam otimizar a capacidade de realizar e atingir resultados desafiadores com a habilidade de gerenciar pessoas. 

 

PROGRAMA LIDERANÇA AVANÇADA: 

Preparar líderes competentes para administrar situações de crise, implementar mudanças ousadas, redesenhar cultura organizacional e transformar desafios em oportunidades. 

 

PROGRAMA INTENSIVO DE VENDAS: 

Enfatizam-se as modernas abordagens comportamentais que envolvem o tratamento e atendimento a clientes, pressupostos estes de fundamental importância no ambiente competitivo das Organizações. Na sua primeira parte abordam-se aspectos motivacionais visando o enfrentamento dos novos desafios e num segundo momento, estratégias inovadoras do varejo aplicado à peculiaridade empresarial.       

Programa 10 S



O programa 10S é uma proposta que visa reeducar as pessoas, recuperar valores, buscar a melhoria nos ambientes, aumentar a produtividade, não descuidar da saúde e segurança, modernizar as organizações, e acima de tudo, buscar a conscientização das pessoas para práticas de cidadania.

A utilização de técnicas de estimulo à cultura da qualidade desenvolvidas no Japão provocou diversas mudanças nas organizações brasileiras. O Programa 5S foi uma das primeiras ferramentas utilizadas na melhoria da gestão. Para o significado ser bem entendido, e não perder o conceito dos “S” , foi colocada a palavra Senso no início de cada tradução para o português, ficando assim definidos: 1ºS Seiri (Senso de Utilização), 2ºS Seiton (Senso de Ordenação), 3ºS Seisoh (Senso de Limpeza), 4ºS Seiketsu (Senso de Saúde) e 5ºS Shitsuke (Senso de Autodisciplina). Posteriormente foram lançados outros 3(três) Sensos: 6ºS Shikari Yaro (Senso de Determinação e União), 7ºS Shido (Senso de Aprendizado e Treinamento) e 8ºS Setsuyaku (Senso de Economia e Combate aos Desperdícios). Em um artigo de revista, do qual se perdeu o original, apareceu a sugestão de se adotar um Senso de Princípios Morais e Éticos, que a TQM – Técnicas de Qualidade e Marketing Ltda.(www.tqm.com.br), passou a utilizar em seus trabalhos de consultoria como sendo o 9º S - Shisei Rinri. O engenheiro José Ailton Baptista da Silva, fundador e consultor sênior da empresa TQM, fez a proposição do 10ºS Sekinin Shakai (Senso de Responsabilidade Social), chegando assim ao Programa 10S.

NBR ISO 9001/2015



​Qualquer organização gostaria de melhorar a forma na qual opera, quer isto signifique melhorar a sua participação no mercado, reduzir os custos, gerenciar o risco mais eficazmente ou melhorar a satisfação dos clientes. Um sistema de gestão lhe dá a estrutura necessária para monitorar e melhorar o desempenho em qualquer área de seu interesse.

A ISO 9001 é de longe a estrutura de qualidade melhor estabelecida, sendo utilizada atualmente por mais de 750 mil organizações em 161 países, e define o padrão não só para sistemas de gestão da qualidade, mas para sistemas de gestão em geral.

Ela ajuda todos os tipos de organizações a obter sucesso através de uma melhora na satisfação dos seus clientes, da motivação dos colaboradores e da melhoria contínua.

A Norma ISO 9001:2015 foi publicada em setembro de 2015, substituindo a versão atual da ISO 9001:2008. A ISO 9001:2015, posiciona a nova versão da norma como parte integrante dos esforços da organização rumo a um objetivo mais amplo do desenvolvimento sustentável promovendo como uma ferramenta para melhorar o desempenho global da organização.

Desta forma, garante-se o caráter genérico da norma e sua aplicabilidade para qualquer organização, independente do seu tipo, tamanho e categoria de produto.

RDC 16/2013 da ANVISA​



A Resolução RDC 16/ 2013 (Boas Práticas de Fabricação / Distribuição) é um conjunto de requisitos exigidos pela ANVISA para que os fabricantes e distribuidores de produtos médicos e odontológicos adotem em suas empresas. Em outras palavras, é um Sistema de Gestão da Qualidade.

A RDC 16/2013 da ANVISA (Boas Práticas de Fabricação / Distribuição) é uma cópia do requisitos exigidos pelo FDA nos Estados Unidos, onde lá é chamada de Good Manufacturing Practices .

A RDC 16/2013 da ANVISA (Boas Práticas de Fabricação / Distribuição) foi publicada em três módulos:
- Introdução (abrangência e definições)

- Requisitos, que são as obrigações (exigências) que as empresas devem adotar.
- Lista de Perguntas (Check List) para ser utilizado pelos Inspetores da ANVISA e pelos auditores internos da empresa em suas auditorias e na Auto-Inspeção feita pela empresa.