IMPLANTAÇÃO E AUDITORIA DE SGQ

Programa 10 S´s



O programa 10S é uma proposta que visa reeducar as pessoas, recuperar valores, buscar a melhoria nos ambientes, aumentar a produtividade, não descuidar da saúde e segurança, modernizar as organizações, e acima de tudo, buscar a conscientização das pessoas para práticas de cidadania.

A utilização de técnicas de estimulo à cultura da qualidade desenvolvidas no Japão provocou diversas mudanças nas organizações brasileiras. O Programa 5S foi uma das primeiras ferramentas utilizadas na melhoria da gestão. Para o significado ser bem entendido, e não perder o conceito dos “S” , foi colocada a palavra Senso no início de cada tradução para o português, ficando assim definidos: 1ºS Seiri (Senso de Utilização), 2ºS Seiton (Senso de Ordenação), 3ºS Seisoh (Senso de Limpeza), 4ºS Seiketsu (Senso de Saúde) e 5ºS Shitsuke (Senso de Autodisciplina). Posteriormente foram lançados outros 3(três) Sensos: 6ºS Shikari Yaro (Senso de Determinação e União), 7ºS Shido (Senso de Aprendizado e Treinamento) e 8ºS Setsuyaku (Senso de Economia e Combate aos Desperdícios). Em um artigo de revista, do qual se perdeu o original, apareceu a sugestão de se adotar um Senso de Princípios Morais e Éticos, que a TQM – Técnicas de Qualidade e Marketing Ltda.(www.tqm.com.br), passou a utilizar em seus trabalhos de consultoria como sendo o 9º S - Shisei Rinri. O engenheiro José Ailton Baptista da Silva, fundador e consultor sênior da empresa TQM, fez a proposição do 10ºS Sekinin Shakai (Senso de Responsabilidade Social), chegando assim ao Programa 10S.

NBR ISO 9001/2008​



Qualquer organização gostaria de melhorar a forma na qual opera, quer isto signifique melhorar a sua participação no mercado, reduzir os custos, gerenciar o risco mais eficazmente ou melhorar a satisfação dos clientes. Um sistema de gestão lhe dá a estrutura necessária para monitorar e melhorar o desempenho em qualquer área de seu interesse.

A ISO 9001 é de longe a estrutura de qualidade melhor estabelecida, sendo utilizada atualmente por mais de 750 mil organizações em 161 países, e define o padrão não só para sistemas de gestão da qualidade, mas para sistemas de gestão em geral.

Ela ajuda todos os tipos de organizações a obter sucesso através de uma melhora na satisfação dos seus clientes, da motivação dos colaboradores e da melhoria contínua.

A versão atual da norma foi aprovada no fim do ano de 2008.
Esta nova versão foi elaborada para apresentar maior compatibilidade com a família da ISO 14000, e as alterações realizadas trouxeram maior compatibilidade para as suas traduções e consequentemente um melhor entendimento e interpretação de seu texto.
Outra importante alteração nesta versão foi a sub-cláusula 1.2 que introduz o conceito de exclusões. Esta cláusula permite que requisitos da norma que não sejam aplicáveis devido a características da organização ou de seus produtos sejam excluídos, desde que devidamente justificados. Desta forma, garante-se o caráter genérico da norma e sua aplicabilidade para qualquer organização, independente do seu tipo, tamanho e categoria de produto.